Encontrar a cara metade, felicidade e vocação

por Marta e António Pimenta de Brito

Sou solteiro. E agora?

Os católicos solteiros podem sentir-se menos sozinhos construindo comunidade. Nós precisamos de comunidade, amizade. Doação aos outros. O “dating” é um tempo para se conhecer um ao outro, um processo de discernimento. É bom nesta fase frequentar sessões de desenvolvimento pessoal como preparação de dating onde possa discutir questões profundas, a sua vida espiritual. Quem está solteiro pode rezar, dizer a Deus quero encontrar a pessoa. Conhecer muita gente, mudar de grupo, ir a coisas diferentes. É mais fácil dar conselhos do que estar à procura.  

Muitas pessoas lutam para encontrar a pessoa certa. Muitas vezes é a nossa atitude, a forma como fazemos. Nós hoje em dia não sabemos esperar: fazemos download de um filme ou aquecemos a comida no micro-ondas num instante. Olha-se para as pessoas como se olhasse para a prateleira de um supermercado. Ou então estamos à procura de alguém tão específico que nem vemos muitas oportunidades. É bom arriscar, sair da sua zona de conforto e surpreender-se. Qual é a palavra com que te descreves? É o que Deus quer mostrar através de ti. Com esta pessoa eu tenho oportunidade para desenvolver o meu potencial. Redefinir sucesso no dating. É a pessoa com quem eu quero sair.  

O que faço agora? Tentar ser melhor pessoa. Ler, rezar. Focar no desenvolvimento pessoal e espiritual. Refletir sobre o que é ser uma boa esposa, mulher e uma boa mãe. Ser bom profissional, cozinhar, ser útil para os restantes membros da minha família. Às vezes desesperamos por encontrar a pessoa certa ou o emprego certo mas se calhar Deus quer que passemos por certas coisas antes, que nos preparem ou sejam serviço para outros ou, ainda, se calhar é por aí que conhecemos a nossa real vocação! Como dizia John Lennon, "a vida é o que acontece enquanto fazemos planos para o futuro"!

E se eu já perdi a pessoa certa?

Muitas vezes encontramos a pessoa certa mas depois acaba e um dia mais tarde sozinhos pensamos: “e se eu perdi para sempre a pessoa certa?”. A ideia de termos só uma oportunidade na vida. Pode ser verdade que aquela pessoa era excelente mas mesmo que nos tenha escapado, Deus tem um plano para nós e melhor do que aquele que vivemos! E o desejo que temos é o plano de Deus. Os desejos no meu coração. Deus não brinca connosco. Se o desejo está no teu coração, Deus tem um plano ainda maior. Temos de colaborar com Ele. Ter uma vida preenchida e rezar. Sentido de missão e identidade. Confiar em Deus. Dá-me uma forma de realizar este sonho. Rezar por essa pessoa apesar de ainda não conhecermos essa pessoa. Para nos reconhecermos um ao outro. 

A nossa vocação

Porque é importante rezarmos pela nossa vocação? Rezar é uma forma de conversar com Deus em dois sentidos. Perceber o que é o desejo de Deus. Encontrar tempo para o silêncio. Ouvir a voz de Deus. Toda a gente é chamada a uma vocação e por isso é importante estar frente a Deus e perguntar-lhe: o que é a tua vontade? O que queres que eu faça? Deus chama-nos mas como O ouvimos neste mundo de distrações? Como ser feliz, realizado neste mundo através da relação? A que tipo de relação é que Deus me chama? A nossa sociedade enfatiza a intimidade a curto prazo e não a intimidade a longo prazo.

Encontrar cara metade

1. Estar disponível e livre para se comprometer numa relação, curado de perdas e feridas, em paz com o passado;

2. Comunicar bem nos bons e maus momentos com calma e escuta ativa;

3. Fazer coisas para os outros se sentirem bem, como: elogiar, demonstrar amor e tratar bem os outros;

4. Ser devoto na sua fé com sentido e propósito na vida; rezar, frequentar sacramentos e participar na comunidade na medida do possível;

5. Fazer coisas grandes e viver a vida ao máximo conforme Deus nos pede; e

6. Ser uma pessoa feliz e positiva: não à bisbilhotice e murmuração, sim a sonhar, fazer, confiar e servir.

No datescatolicos.org criamos comunidade entre pessoas distantes mas é muito importante que os membros se encontrem pessoalmente, se conheçam uns aos outros. Daí que façamos muito esforço para termos muitos eventos offline.

Que tipo de católicos há no datesCatolicos.org:

Temos essencialmente quatro tipos:

1) os muito comprometidos, com papéis em movimentos ou na sua Paróquia,

2) os que só vão à Missa ao domingo,

3) os que vão à Missa quando é um casamento, baptizado ou funeral e,

4) os que não vão à Missa mas que se identificam como católicos. 

Porquê só para católicos?

A grande vantagem de aderir ao datesCatolicos.org é que se, por um lado, tem aqui uma oportunidade para perceber o plano de Deus, por outro tem aqui uma comunidade de crentes com valores idênticos. Nesta comunidade pode ser quem é, pode expressar a sua fé católica. E pode encontrar pessoas que de outra forma não seria possível, por exemplo devido à distância e porque, afinal, não temos escrito na testa que somos católicos! Tudo no site é de inspiração cristã. Dating focado na fé.  

Ver todas as novidades