É mesmo melhor ser ateu do que católico hipócrita

por António Pimenta de Brito

Há uns tempos, muitos católicos indignaram-se porque inúmeros meios de comunicação publicaram notícias nas quais afirmavam que o Papa teria dito que era melhor ser ateu do que católico hipócrita. Há que conceder que têm razão, pois ele não disse bem isto, mas que compreendia que as pessoas o dissessem. Como sabemos, um headline de uma notícia é muito poderoso, pois, na voragem de publicações das redes sociais que passam no veloz scroll dos dispositivos dos internautas, a maioria é capaz de não clicar no anúncio para ler a peça completa e espalham-se, assim, boatos ou mais “fake news”.

Contudo, como referi, o Papa Francisco afirmou que compreende que se digam estas coisas. E eu pergunto: é muito diferente de o dizer? O Pe. Gonçalo Portocarrero escreveu um artigo sobre este tema, no Observador, com o qual concordo quase em absoluto, excetuando nalguns pontos que considero chave para achar que o que o Papa disse não é muito diferente do que os media escreveram.

Artigo completo aqui

Ver todas as novidades