Viagens de um Solteiro: Harvard, claro, Harvard!

por Marta Pimenta de Brito

Quando começamos a viajar muito, começa a ser um vício. Começa-se a procurar voos de última hora, melhores ofertas de hotéis, etc. Este foi o caso. Eu tinha uma amiga, mais velha do que eu, com quem há alguns meses atrás tinha passado uma semana excelente atravessando Marrocos.

Ela queria continuar a aventura. Desta vez, reservámos alguns dias em Istambul. Mas cinco dias numa cidade, parece-me aborrecido. Eu queria ver mais da Turquia. “Mas Marta, Istambul é uma cidade especial, estás na Europa e na Ásia ao mesmo tempo. Há muito para ver. Tantos pontos”.

Bem, ok, se o dizes. Voámos da chuvosa Lisboa, parámos na neve de Munique e chegámos à ensolarada Istambul. Incrível, tudo isto em poucas horas.

Apanhámos o comboio do aeroporto, depois o eléctrico e chegámos a um pequeno hotel agradável em frente da “Mesquita Azul”. O quarto era pequeno, mas tínhamos feito um bom negócio com pequeno-almoço, boas referências do hotel por um amigo, o que mais queremos? Tomámos banho e fomos a uma festa, pois tínhamos lá amigos.

No caminho, sentámo-nos para um kebab. Que desconsolo, na Europa é melhor. Mas, Marta, estás na Europa! A festa é enorme, encontrámos pessoas agradáveis, tirámos algumas fotografias e dormimos.

No dia seguinte, começámos a fazer turismo. Está muito quente no inverno. Porque não trago apenas t-shirts? Agora é tarde para pensar nisso.

Numa manhã, decidimos visitar a universidade de Istambul. Caminhamos do hotel e estamos quase lá. Há um bom som de chamada para a mesquita. É tão relaxante.

Fazemos um pequeno vídeo e tentamos alcançar a grande entrada da universidade. Vejo alguns guardas e pessoas que mostram identificação. Bem, o que fazemos? Estou certa de que os turistas não entram.

Em alguns segundos lembro-me que tenho o meu cartão de identificação de Harvard comigo. Pego nele e mostro. No primeiro momento, o segurança nega, diz: “não”. Mas não leva mais de um minuto. "Harvard. Claro, Harvard."

Confesso que me orgulhei de mim mesma, e a minha amiga também. Estamos dentro. Estamos na enorme e bonita universidade em que os turistas regulares não entram.

Nisto, vemos o edifício principal. Parece tão bonito, mas tão bem guardado. Bem, vamos tentar o mesmo. E "Harvard. Claro Harvard".

 

Se gosta de viajar veja aqui as nossas sugestões para solteiros e não só.

Ver todas as novidades