5 perguntas para acertar no amor (5) - És capaz de agradecer, mesmo se for para acabar?

por João Delicado

 

5ª PERGUNTA:

ÉS CAPAZ DE AGRADECER, MESMO SE FOR PARA ACABAR?

Há muito tempo, numa galáxia muito, muito distante, muitas vezes dava por mim a pensar: "um namoro acaba sempre bem: umas vezes acaba em casamento, outras vezes simplesmente acaba". Mas houve uma namorada que elevou isto para outro nível. Na conversa em que terminámos, a última palavra que ouvi dela foi: "obrigado". E a verdade é que bastou aquele 'obrigado' para ficar a ressoar em mim durante dias, como um eco de luz curadora, a penetrar-me até às entranhas mais profundas. Sim, isso ensinou-me que se uma relação começa com um 'obrigado' também há de terminar com um 'obrigado'. Tudo o que não seja isso, há de ser orgulho ferido e pouco mais.

Daí que seja bom perguntar:

- quão grato te sentes pela relação?

- és capaz de agradecer, mesmo se for para acabar?

- és capaz de querer profundamente o bem do outro, mesmo que seja para ficar longe de ti?

 

NOTAS FINAIS

E é isso. Obrigado pela tua atenção.  

Receio ter provocado o fim de algumas relações. Se isso tiver acontecido por um acréscimo do nível de consciência, ainda bem: fico muito feliz pelos dois! É porque não era por aí e assim estarão ambos livres para investir o tempo e a energia noutro caminho mais fecundo.

Se, em vez disso, sentes a tua atual relação reforçada, dou-te os parabéns e desejo as maiores felicidades: o mundo tem muita gente a morrer devagarinho e precisa de gente viva e apaixonada como vocês!

Finalmente, três ideias importantes:

1) Se viveres o amor com amor, nunca encontrarás fracasso: umas vezes ganhas, outras vezes aprendes;

2) A pessoa certa podes ser tu! Ou seja, antes de tudo, a condição primordial para estar preparado para o amor é alcançar a excelência no amor a ti mesmo! Por isso, ama-te a ti mesmo, primeiro. Investe o mais que puderes no teu desenvolvimento pessoal: desenvolve a tua inteligência emocional e relacional, cresce em autoconhecimento, autoestima, autorregulação; e depois saberás muito melhor como amar o outro como a ti mesmo. Aliás, a outra pessoa pode 'aparecer' justamente porque te encontraste contigo mesmo!

3) E pode até acontecer descobrires que estás muito bem a viver o amor sem ser com alguém ao teu lado! Quem disse que tem de ser por aí? Há muitas formas de amar e dar a vida pelo próximo!

Boa? Muito amor e até breve!

Ir para 4ª pergunta

Ir para 3ª pergunta

Ir para 2ª pergunta

Ir para 1ª pergunta

 

Se pretende receber cada uma das perguntas de João Delicado subscreva a nossa newsletter aqui

Se pretende inscrever-se num dos 5 workshops de João Delicado informe-se aqui

Ver todas as novidades