Estudo aponta para sucesso de casais que se conheceram online

Resumo (traduzido do Inglês)  

A discórdia conjugal é cara para as crianças, famílias e comunidades. O advento da Internet, redes sociais e dating on-line afectou a forma como as pessoas encontram os futuros esposos, mas pouco se sabe sobre a prevalência ou resultados desses casamentos ou os dados demográficos dos envolvidos. Abordamos estas questões numa amostra nacionalmente representativa de 19 131 entrevistados que se casaram entre 2005 e 2012. Os resultados indicam que mais de um terço dos casamentos na América agora começam on-line. Além disso, os casamentos que começaram on-line, quando comparados com aqueles que começaram através de locais off-line tradicionais, foram ligeiramente menos propensos a resultar num break-up conjugal (separação ou divórcio) e foram associados a satisfação conjugal ligeiramente maior entre aqueles inquiridos que permaneceram casados. Foram identificadas diferenças demográficas entre os inquiridos que conheceram o seu cônjuge por meio on-line vs. locais off-line tradicionais, mas os resultados para break-up conjugal e satisfação conjugal permaneceram estatisticamente significativos após o controle para essas diferenças. Estes dados sugerem que a Internet pode estar a alterar a dinâmica e os resultados do próprio casamento.

Artigo - referência bibliográfica:

Cacioppo, J. T., Cacioppo, S., Gonzaga, G. C., Ogburn, E. L., & VanderWeele, T. J. (2013). Marital satisfaction and break-ups differ across on-line and off-line meeting venues. Proceedings of the National Academy of Sciences, 110(25), 10135-10140. 

Artigo completo

Ver todas as novidades