Viagens de um Solteiro: Mais barato, mas do lado errado

por Marta Pimenta de Brito


Foi logo após o Natal. Convidei os meus pais e o meu irmão a passar uma semana em Bordéus, França.

Num dos dias, fizemos uma viagem de um dia para a zona do vinho. Fomos de comboio. Era inverno, não havia muitas lojas na pequena aldeia.

Uma bela vista, mas nada em comparação com o nosso Douro em Portugal. Um património da UNESCO também. O nosso é muito mais bonito. Não entendo por que é que eles entraram mais cedo para a UNESCO. Bem, política, economia, poder do país, minha querida. Eles são França, nós somos Portugal.

Noutro dia, depois de fazermos muitos passeios pela cidade de Bordéus, queríamos ir às enormes Dunas no Atlântico. Seria bom ver o nosso oceano a partir de outro ponto que não Portugal. Pedimos os bilhetes de comboio, mas eram muito caros.

Pensei que encontraríamos uma solução mais barata para quatro adultos. E assim o fizemos. Apanhamos o autocarro regular que saiu muito mais barato.

O que não nos disseram foi que veríamos as Dunas do lado oposto. Ou seja, de longe.

Mas isto não termina aqui. Como tínhamos tempo, decidimos caminhar um pouco. No sonho de ver um pouco mais dos arredores.

Que surpresa quando caminhamos por horas sem parar e quase perdíamos o último autocarro para o centro da cidade. Muita aventura, especialmente para a minha mãe, que quase já nem conseguia respirar de tanto caminhar.

 

Se gosta de viajar veja aqui as nossas sugestões para solteiros e não só.

Ver todas as novidades