Estudo revela que homens procuram mulheres inteligentes

A ciência forneceu recentemente alguns detalhes interessantes sobre a escolha da cara metade para a vida!

Escolha da cara metade I: Inteligência antes da beleza

Na verdade, os homens de hoje estão a voltar-se cada vez mais para a inteligência das mulheres antes da beleza.

 

Zentner, M., & Eagly, A. H. (2015). A sociocultural framework for understanding partner preferences of women and men: Integration of concepts and evidence. European Review of Social Psychology, 26(1), 328-373.

Resumo em Português

Um quadro sociocultural para entender as preferências de cara metade de mulheres e homens: Integração de conceitos e evidências

No atual quadro sociocultural para entender as preferências de acasalamento, propomos que os papéis de género afetam as diferenças e semelhanças entre as preferências sexuais. Os papéis de género, por sua vez, são moldados pela divisão desigual do trabalho entre mulheres e homens. Como consequência, as preferências e escolhas de acasalamento devem convergir entre os sexos, pois o enfraquecimento dessa divisão coloca os sexos em papéis sociais mais semelhantes nas suas sociedades. Para avaliar estas premissas, revimos resultados relevantes de três domínios que mostram a variabilidade nos papéis de género: (a) variabilidade transcultural relacionada a diferenças na divisão de trabalho das sociedades, (b) variabilidade histórica relacionada a mudanças temporais na divisão do trabalho e (c) variabilidade individual nas atitudes de género que reflete a expansão gradual e desigual das mudanças em direção à igualdade de género em todas as sociedades. A reunião de múltiplas linhas de evidência coloca o arcabouço sociocultural numa base nova e mais segura.

Palavras-chave: Preferências de cara metade, Diferenças de sexo, Igualdade de género, Teoria do papel social

A sociocultural framework for understanding partner preferences of women and men: Integration of concepts and evidence

In the current sociocultural framework for understanding mating preferences, we propose that gender roles affect sex differences and similarities in mate preferences. Gender roles, in turn, are shaped by the unequal division of labour between women and men. As a consequence, mating preferences and choices should converge across the sexes as the weakening of this division puts the sexes in more similar social roles in their societies. To evaluate these assumptions, we review relevant findings from three domains that show variability in gender roles: (a) cross-cultural variability related to differences in societies’ division of labour, (b) historical variability related to temporal changes in the division of labour, and (c) individual variability in gender attitudes that reflects the gradual and uneven spread of shifts toward gender equality throughout each society. The bringing together of multiple lines of evidence puts the sociocultural framework on a new and more secure foundation.

Keywords: Mate preferences, Sex differences, Gender equality, Social role theory

Estudo original

Ver todas as novidades